Crianças da República Russa do Norte de Chuvash, que tem a rara e fatal doença “osso de mármore” chamada de osteopetrose, estão vindo para Israel para serem tratadas no Departemento de Hematologia Pediátrica do Hadassah Medical Center.

Uma doença genética que aflige crianças, a osteopetrose acontece quando o processo normal de construção de novos ossos e gradual eliminação dos antigos falha e os ossos, ao invés de serem porosos, tornam-se sólidos como mármore. Em Chuvash, um de cada 4.000 recém-nascidos é reportado como portador desta condição.

“Os médicos da região foram capazaes de diagnosticar a doença quando ele era um bebê”, relata Svetlana Izozsimova sobre seu neto, Kirill. “Mas não havia tratamento. Eles nos disseram que Kirill morreria, lamentavelmente de uma morte terrível.”

Leia sobre como Svetlana encontrou no Hadassah, o tratamento que salvou a vida de Kirill nas mãos da especialista em transplante de medula Dra. Polina Stepensky, e as outras 14 crianças que fizeram a peregrinação para encontrar a especialista do Hadassah para uma nova chance de vida.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone