MedyMatch Technology, uma startup israelense que desenvolveu um software baseado em inteligência artificial para auxiliar clínicos a avaliar mais acuradamente o trauma de cabeça ou derrame, assinou sua terceira parceria com líderes da indústria de saúde para integrar seus produtos com sua tecnologia de imagem.
Dois médicos do Hadassah Medical Organization fazem parte do Conselho Consultivo Científico da MedyMatch: Prof. Moshe Gomori, chefe da Magnetic Resonance Imaging (MRI) and the Neuroradiology Unit, e o Prof. Yacov (Jacob) Sosna, diretor do Department of Radiology and Medical Imaging.
O software da MedyMatch fornece suporte aos especialistas em imagem trabalhando em salas de emergência e outros ambientes de cuidado intensivo. Por exemplo, em sua última parceria com a GE Healthcare, a MedyMatch vai integrar sua plataforma de detecção de hemorragia intracraniana no sistema de tomografia computadorizada da GE. O objetivo é aprimorar a capacidade de avaliação dos médicos sobre pacientes com suspeita de hemorragia intracraniana – fornecendo um segundo olhar de diagnóstico na leitura das imagens.
As outras duas parcerias são com a IBM Watson Health e Samsung NeuroLogica.
“A Tomografia Computadorizada sem contraste continua sendo a primeira modalidade de imagem para a avaliação inicial de pacientes com suspeita de derrame ou trauma cerebral,” diz Gene Saragnese, Presidente e CEO da MedyMatch. Ele explica: “A MedyMatch está trazendo ao mercado uma nova categoria de soluções médicas que permite aprendizado profundo, visão de máquina e a riqueza plena de imagens 3D e outros dados relevantes do paciente.”
A MedyMatch ressalta que “não há atualmente ferramentas automatizadas em departamentos de emergência ou de radiologia sendo utilizadas para auxiliar os médicos na detecção de hemorragia intracraniana.” A missão da MedyMatch é “atrelar o entendimento clínico com a visão da máquina e aprendizado profundo para entregar suporte imediato, baseado em inteligência artificial, para aprimorar a avaliação de pacientes no Pronto Socorro sem interromper o fluxo de trabalho clínico.”

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone