Mais de 10.000 mulheres e 16.500 moças com menos de 18 anos tem participado dos programas intensivos de empoderamento de saúde liderados pelo Linda Joy Pollin Cardiovascular Wellness Center for Women desde seu lançamento cerca de quarto anos e meio atrás.

As campanhas de marketing e conscientização pública do Pollin Center tem atingido centenas de milhares de pessoas, via televisão, rádio, novos artigos e a procura crescente pela página no Facebook e outras mídias sociais. Tendo como alvo populações de alto risco para seus projetos pioneiros, como mulheres de baixa renda, ultra-ortodoxas e mulheres árabes, os profissionais de saúde do centro continuam a capacitar mulheres para assumirem o controle de sua própria saúde cardíaca. A cada mês mais pacientes utilizam a clínica, envolvem-se em programas pioneiros, visitam o website do centro e as outras mídias sociais.

Analisando o seu progresso, a equipe do centro relata muitas conquistas concretas. Por exemplo:

  • Mulheres que chegaram à clínica de estilo de vida do centro mostraram melhora significativa na inserção de atividades físicas em suas vidas, na utilização de parâmetros de alimentação mais saudáveis e na manutenção de sua pressão sanguínea e colesterol em limites adequados.
  • Mais de 6.400 mulheres (e alguns homens) tem participado de palestras e eventos realizados pelo Pollin Center em suas comunidades.
  • A midia social atinge agora 200.000 pessoas por mês.
  • Mais de 500 médicos e 120 enfermeiras, bem como outros 145 profissionais de outras áreas da saúde, tem participado de palestras sobre a saúde cardiovascular das mulheres.

Em Setembro de 2016, o Pollin Center expandiu seus serviços para mulheres em seu local de trabalho. Em parceria com a Naamat, organização de mulheres trabalhadoras, o Pollin iniciou um programa para treinar representantes de diferentes locais de trabalho para criar um programa de promoção da saúde baseado no local de trabalho. Os dados iniciais revelam mudanças estatisticamente significativas no estilo de vida, incluindo a oferta de alimentos saudáveis exclusivamente nos encontros de trabalho; organização de grupos de caminhada; realização de uma competição de passos no trabalho e a criação de campanhas atnitabagismo.

Outra novidade é o app para mobile do Pollin Center, LeBriutech (Para sua saúde). Mulheres inserem dados como idade, peso, altura, se fumam ou não; o app provê recomendações de saúde específicas baseado nas normas gerais do Ministério de Saúde junto com informações dos especialistas do Pollin Center. Medidas preventivas de saúde são sugeridas como exame de imagem cardiovascular e câncer, mudanças na alimentação, atividade física e vacinação. O objetivo é que as mulheres levem estas recomendações a seus médicos para que eles então aconselhem o cuidado preventivo adequado.

Olhando para a frente: Lançamento da página de Facebook e website em árabe

Na agenda está o lançamento de uma página em árabe no Facebook e no website para atingir um público estimado de 100 milhões de árabes. Uma pesquisa do Pollin Center identificou apenas duas fontes confiáveis de informações sobre mulheres e doenças do coração na internet árabe apesar da mortalidade cardiovascular entre mulheres no mundo árabe ser extremamente alta.

Lena, uma participante no programa de prevenção ao diabetes no Pollin Center, cujo marido e mãe são diabéticos, achou que quando trouxe para casa a informação que recebera no Pollin Cener não teve muito encorajamento de sua família. Mas quando seu marido a viu mudar para um estilo de vida mais saudável, tornou-se um defensor entusiasta do programa e a encorajou a continuar participando das palestras para que pudesse aprender mais e ensiná-lo. A mãe de Lena, que vive longe, também ficou entusiasmada. “Sua mãe memorizou o calendário e ligava assim que a filha terminava uma sessão,” relata o Dr. Zfat-Zwas, director do Pollin Center, “assim ela podia aprender o máximo possível da informação passada nas palestras. Sua mãe também foi capaz de realizar mudanças substanciais em sua vida e controlar o diabetes.”

Com menos de cinco anos, graças ao Pollin Center, como ressalta o Dr. Zfat-Zwas, “mulheres de todas as etnias, religiões e cultura são agora parte deste movimento internacional para manter a saúde cardiovascular da mulher.”

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone