Esquerda para a direita: Prof. Rifaat Safadi chefe da Unidade de Fígado do Hadassah; Osama Qassriwy;

Organizadora da Missão Hadassah, Julie Morris; Bushra Qassriwy, avó de Sara e Sara.

 

Quando Osama Qassriwy soube que uma Missão Interreligiosa patrocinada pelo Hadassah viria a Belém para visitar locais cristãos, ele insistiu em recebê-los para uma refeição festiva. O Sr. Qassriwy queria mostrar seu apreço pelo Hadassah Medical Center por salvar sua filha Sara depois de um colapso cardíaco durante uma corrida.

Contando a história de como sua filha quase encontrou a morte aos participantes da Missão, o Sr. Qassriwy lembrou como os órgãos de Sara estavam em grande sofrimento, causado por um ataque cardíaco extremo. Foi a intervenção dos especialistas do Hadassah que salvou sua vida.

Aproveitando a festiva ocasião com Sara e os visitantes do Hadassah estava o Prof. Rifaat Safadi, chefe da Unidade de Fígado do Hadassah e um dos médicos que tratou de Sara. “A condição de Sara era muito grave,” ele disse, “Quando ela chegou ao Hadassah, seus órgãos estavam a beira da falência.”

“Foi tocante sentir o amor e agradecimento expressados por nossa paciente e ver esta bela jovem ter sua vida de volta,” relata Julie Morris, que organizou a Missão.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone