Médicos do Hadassah Medical Center salvaram a vida de Kimberly Winkler, 22, uma estudante de Engenharia Industrial de Minnesota que sofreu um aneurisma cerebral maciço.

Winkler, nativa da República Dominicana, estava em Jerusalém participando do Programa Taglit, para celebrar o 50º aniversário da reunificação. Estava hospedada em um hostel quando começou a sentir-se mal e foi levada de ambulância para o Hadassah, Ein Kerem. Depois de várias operações cerebrais, Winkler teve alta e vai voltar para casa em Santo Domingo.

O Dr. Kim Rosenthal, neurocirurgião sênior e diretor do departamento de neurocirurgia da unidade de terapia intensiva, lembra: “Kimberly sofreu uma hemorragia maciça severa, que definitivamente colocou em risco sua vida. Um aneurisma explodindo é muito raro nesta idade e é extremamente perigoso. O tratamento foca em parar a hemorragia por cuffing, stent or by-pass.”

O Prof. Jose Cohen, cirurgião sênior do departamento de neurocirurgia, inseriu stents de aço no cérebro para estancar a hemorragia. Esta é uma operação delicada porque é preciso tomar cuidado para não causar danos ao tecido cerebral. “Os exames de TC mostravam uma situação tão ruim que todos estavam surpresos por ela continuar viva,” disse Cohen.

Ellen Hershkin, presidente do Hadassah, disse: “Todos os dias, a brilhante equipe de médicos e enfermeiras do Hadassah salvam vidas em todo o mundo e em toda esquina. As modernas instalações de cirurgia do Hadassah Medical Center oferecem condições de altíssimo nível para todos que as utilizam.”

Winkler sofreu três operações nas quais o sangue foi drenado de seu cérebro e stents foram inseridos para fechar o aneurisma. A condição de Winkler evoluiu gradativamente e ela agora tem condições de caminhar e falar e esta fazendo grande progresso nas terapias de reabilitação.

A mãe de Kimberly, Miriam Winkler, que veio de Santo Domingo com as duas outras filhas, diz: “Eu fiquei chocada quando vi Kimberly – eu não estava segura de que era a mesma jovem que jogava vôlei e dançava jazz. Nós nunca conseguiremos agradecer o suficiente ao Hadassah por nos devolver nossa filha. Fé e medicina são fatores que atuam aqui em perfeita sintonia.”

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone