Ao tornar-se um endereço primordial no aumento da conscientização sobre a saúde cardíaca da mulher, o Hadassah Medical Center’s Linda Joy Pollin Cardiovascular Wellness Center for Women está expandindo sua influência – no Parlamento, nas escolas de Jerusalém Oriental e Ocidental e entre mulheres judias e árabes em toda a cidade.

“Nossa clínica multidisciplinar está orientando nossas pacientes para mudanças relevantes de estilo de vida,” relata a Dra. Donna Zfat-Zwas, Diretora do Centro. “E nossas pacientes estão expressando um alto nível de satisfação.”

Prevenção do Diabetes e Liderança Comunitária

Ao mesmo tempo, o Centro está atingindo diversas comunidades para empoderar a mulher a optar por uma vida mais saudável que preserve a saúde do coração. Entre os programas inovadores que estão sendo divulgados está “Prevenção do Diabetes e Liderança Comunitária” na comunidade árabe de Jerusalem Oriental. De acordo com a melhor informação disponível, relata o Diretor do Pollin Center, “este é o primeiro programa deste tipo em todo o Oriente Médio”.

Durante o programa de 18 sessões, as mulheres aprendem com cardiologistas, nutricionistas, especialistas em condicionamento físico e psicólogos como atingir um estilo de vida saudável. Elas aprendem a importância de testes de sangue que revelam os níveis de açucar e lipídios no sangue, que são fatores de risco para o diabetes. Exploram os aspectos emocionais interligados com alimentação de baixa qualidade. Então, as mulheres, em pequenos grupos, trabalham juntas para desenhar um projeto de promoção da saúde para suas comunidades, orientado a prevenir o diabetres e doenças cardíacas.

A visão do Pollin Center é lançar um estudo profissional para examinar o impacto de longo prazo da integração de um segmento abrangente de “gestão de emoções” no programa. Os participantes examinariam e lidariam com os fatores emocionais que afetam sua habilidade de manter um estilo de vida saudável e eliminar reações extremadas. O estudo então avaliará se estes participantes ainda estão em condições de administrar seu comer emocional, seis meses após o final do programa.

Outro ponto de inovação é o “Projeto de Parceria Comunitária de Saúde”, executado em conjunto pela Municipalidade de Jerusalem, o Ministério da Educação, o Plano de Saúde Macabi, o Centro Comunitário de SurBaher e o Pollin Center. A equipe do Pollin é responsável pela área de saúde do programa de treinamento de lideranças para estudantes do ensino médio da SurBaher Girls’ Secondary School. Trinta estudantes participam deste programa de treinamento de 60 horas-aula, das quais 22 são devotadas à importância da alimentação saudável e da atividade física, bem como aos perigos do tabagismo passivo e da utilização da narguila.

As estudantes terão também a oportunidade de visitar os hospitais Hadassah e servir como voluntárias no Charlotte R. Bloomberg Mother and Child Center.

Conhecimento em Saúde e Empoderamento

Outro programa inovador que o Pollin Center pilota em Jerusalem Ocidental é o workshop de Conhecimento em Saúde referido pela equipe do Pollin como “Programa de Empoderamento do Pollin”. O programa desenvolveu um grupo de discussão comunitário que revelou que as mulheres acreditam que precisam de auxílio nas seguintes questões : como melhorar a interação com seus médicos de familia, como utilizar o curto tempo junto a estes profissionais com mais eficiência de modo a não transforma-los em frustração ao sair deles com o sentimento de não ter conseguido nada.

O programa de Conhecimento em Saúde compreende três seminários. O primeiro foca na saúde cardíaca da mulher – que fatores de risco específicos do gênero devem ser conhecidos. O segundo foca em como se preparar para uma visita ao médico. Nesta sessão, a discussão cobre quais questões a mulher deve perguntar, que informação é relevante – como índice de massa corporal e os resultados de vários testes sanguíneos e como eles se relacionam com fatores de risco para o diabetes e doenças cardíacas. Trata também dos direitos do paciente.

Como de hábito, o Pollin Center faz parcerias com grupos femininos, patrocinados pela municipalidade. Até hoje, aproximadamente 200 mulheres passaram pelo programa Conhecimento em Saúde, elaborado e coordenado por um profissional com mestrado em Saúde Pública do Pollin Center. Enfermeiras e/ou nutricionistas conduzem as sessões.

Um percentual significativo das mulheres que participaram nos primeiros programas relataram que elas agora se preparam para as visitas ao médico, o que não faziam antes. Analistas do Pollin verificaram, também, que uma quantidade menor de mulheres adiou suas visitas ao médico depois de passar pelo programa, diferente do cenário anterior. O Pollin Center está se preparando agora para iniciar uma versão árabe de seu programa de empoderamento.

O objetivo de longo prazo do Pollin Center é treinar facilitadores em várias municipalidades que possam recriar o programa em outras cidades. A equipe do Pollin Center coletará a informação e a analisará para prover uma figura mais abrangente do que é efetivo na mudança do estilo de vida das mulheres para melhor.

Comunidades de Baixo Nível Sócio Econômico

Outro modelo de divulgação do Pollin envolve o empoderamento de mulheres em comunidade de baixo nível sócio econômico para elevar a saúde de seus vizinhos. Na grande comunidade de Pisgat Zeev, por exemplo, uma parceria com o Centro Comunitário Judaico local, o Pollin formou um comitê para treinar voluntários a liderar programas de saúde na vizinhança. “As mulheres começam por estabelecer objetivos para que adquiram propriedade sobre o programa,” explica Keren Greenberg, Gerente do Projeto Comunitário.

Entre os componentes do programa citamos parcerias com supermercados da vizinhança para motivá-los a expor alimentos saudáveis (e dando-lhes publicidade por isto!); dança de grupo; aconselhamento de nutrição; e grupos de caminhada para mulheres que trabalham e para mulheres que não trabalham, de modo que o tempo trabalhe a favor delas. “O desafio,” diz a Srta. Greenberg, “é atingir toda a comunidade.”

Outro esforço de divulgação tem como alvo a pequena e unida comunidade de Pat, formada principalmente por imigrantes etíopes, russos e marroquinos. O objetivo é tornar o Centro Comunitário Judaico local um centro de saúde. A divulgação começou com um evento de conscientização. Cerca de 60 a 70 mulheres compareceram, com idades de 25 a 85. “Foi incrível ver várias gerações comparecendo juntas,” comenta Iva Littman, a Gerente de Projeto do Pollin Center para esta divulgação.

Comunidade Religiosa Ortodoxa

O Pollin Center treinou cerca de 800 professores da comunidade religiosa ortodoxa em toda a área de jerusalem em nutrição, atividade física, redução de estresse e em como incorporar informação de saúde no currículo escolar padrão. Esta divulgação provou-se tão positiva que a equipe do centro foi convidada a apresentar sua história de sucesso para um grupo de diretores religiosos ortodoxos que participaram de um programa realizado pela municipalidade chamado: “Escolas na Comunidade”. O propósito do encontro foi encorajar a cooperação frutífera entre organizações e escolas, já que estas, via de regra, são fechadas e temerosas de organizações externas. “Dito isto,” explica a Dra. Osnat Keidar, Diretora de Promoção de Saúde do Pollin, “o sucesso de nosso projeto em escolas religiosas ortodoxas foi tão único que nos pediram para partilhar de nossos métodos de sucesso. Nossa apresentação foi recebida com grande interesse.”

Indivíduos com Deficiências

Para ajudar pessoas com deficiências a viver estilos de vida mais saudáveis, o Pollin Center associou-se com o Center for Independent Living. Com o programa em seu segundo ano, a equipe do Pollin Center estão agora treinando os participantes a conduzir atividade física e sessões de nutrição por conta própria. Para ajudar a desenvolver a autoconfiança dos participantes, um fisioterapeuta do Pollin participa das sessões.

Funcionários do Hadassah

A equipe do Pollin Center atuou também na promoção de um estilo de vida mais saudável para o coração entre os funcionários do Hadassah. No Hadassah Hospital-Ein Kerem eles ofereceram workshops em nutrição, sessões de gerenciamento de estresse e programas de caminhada, atingindo resultados significativos em perda de peso, redução de ansiedade e alimentação saudável. Eles iniciaram recentemente um programa no Hadassah Hospital-Mount Scopus entres as mulheres trabalhando na enfermaria da maternidade. Começando com grupos de discussão para levantar informações sobre as necessidades das mulheres, horários de trabalho, problemas de nutrição e difculdades de inserir atividade física em suas vidas, a equipe do Pollin aprendeu que as mulheres precisam de programas que possam ser conduzidos em seu local de trabalho. Consequentemente, o Pollin está agora organizando este programa em cooperação com diferentes departamentos do hospital como obstetrícia, nutrição e terapia física.

“Levantamento de informações e análise estão em curso para cada um de nossos projetos de promoção da saúde,” relata a Dra. Zfat-Zwas. Um dos analistas estatísticos do Pollin apresentou suas conclusões sobre os efeitos que os programas do Pollin de intervenção em escolas tiveram sobre os professores e estudantes em uma sessão com jovens pesquisadores durante uma recente Conferência Europeia de Saúde Pública em Milão.

Publicidade na Mídia

De forma prudente, o Pollin Center esta divulgando sua mensagem mais e mais, utilizando mídia tradicional e mídia social. “Nosso telefone estourou de tocar depois do recente programa no ‘Health in the Morning’, show de televisão, onde eu discuti a diferença entre um ataque cardíaco e um ataque de ansiedade,” relata a Dra. Zfat-Zwas.

 

Visitors to the Pollin website continue to increase. Of note, they report, is that 63 percent of their website visitors “arrive” on their mobile phones. The Pollin message is also publicized via Facebook, Twitter, Instagram, and Youtube. On Facebook, the majority of users range in age from 35 to 64.

Visitas ao website do Pollin Center continuam crescendo. Digno de nota é que 63% dos visitantes chegam através de seus telefones celulares. A mensagem do Pollin também é divulgada via Facebbok, Twitter, Instagram e Youtube. No Facebook, a maioria dos usuários está na faixa etária de 35 a 64 anos.

Aparições na mídia podem ser vistas em:

  • Channel 33 Arabic News

https://www.youtube.com/watch?v=3ka1eFNQbU&

feature=youtu.be

  • Channel 1: lack of awareness of symptoms of heart disease in women

https://www.youtube.com/watch?v=1ITuSd6eUP8&feature=youtu.be

  • Channel 33 Dedication Ceremony

https://www.youtube.com/watch?v=8ZnvoJ1eGLo&feature=youtu.be

  • Channel 10. Appearance on Orli and Guy Morning Show

https://www.youtube.com/watch?v=8HjkFUKQic8&feature=youtu.be

  • Channel 2. Appearance on the Healthy Morning Show with Paula and Leon

https://www.youtube.com/watch?v=t8Pq-uTuKqE&feature=youtu.be

Como estabelecido na Declaração de Saúde Cardíaca para Mulheres do Pollin Center, assinada pelos membros do Parlamento Israelense e outros líderes influentes e legisladores na inauguração do Centro em 9 de Dezembro 2015:

“Nós que assinamos esta declaração clamamos a mulheres e homens que concentrem seus esforços e que apoiem a luta contra a matadora número um de mulheres no mundo.”

O Pollin Center conduz este desafio.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone