Em um tempo em que ondas de esfaqueamento irrompem em todo Israel e muitas vítimas estão sofrendo traumas no tórax com risco de morte, a equipe da BioDesign:Inovação Médica do Hadassah Medical Center e da Universidade Hebraica desenvolveram um dispositivo que diminui o tempo de procedimento para a inserção de drenos no tórax capazes de salvar vidas de cerca de 15 minutos para menos de 30 segundos.

O motivo pelo qual a rápida inserção do dreno ser tão importante está no fato de que o trauma no tórax frequentemente leva ao pneumotórax, potencialmente fatal, quando o ar se acumula no espaço que separa os pulmões da caixa toráxica, levando ao colapso do pulmão a ao sufocamento do paciente. Acredita-se que este cenário é responsável por mais de um terço de mortes possivelmente evitáveis depois de ataques terroristas e nos campos de batalha.

Atualmente, o medico precisa realizar um procedimento de duas etapas. Primeiro, o tórax, onde os pulmões e outros órgãos vitais estão alojados, precisa ser descomprimido. Segue-se a separação do tecido para a inserção do dreno, que permitirá a drenagem de ar e sangue, possibilitando o movimento do pulmão. “Este é um procedimento muito trabalhoso e dificil tecnicamente,” relata o Dr. Ariel Drori, um especialista em medicina interna do Hadassah, “levando os atendentes de emergência a negligenciar o segundo procedimento afim de possibilitar uma rápida evacuação para o hospital.”

Para superar este desafio, o Dr. Drori estabeleceu uma parceria com Yoav Kan-Tor e Bettina Nadorp, estudantes de Engenharia no Centro Alexander Grass de Bioengenharia da Universidade Hebraica, junto com o Dr. Liran Levy, pneumologista do Hadassah, e Chen Goldstein, estudante de graduação em negócios da Universidade Hebraica. Juntos, eles desenvolveram o ThoraXS, uma solução rápida de apenas um passo. Seu formato de faca fechada permite ao médico penetrar o espaço pleural (entre os pulmões e a caixa toráxica) e seu mecanismo de abertura habilita o médico a abrir um portal (ponto de entrada) com uma mão enquanto insere rapidamente o dreno com a outra.

“Nossos estudantes responderam aos ataques terroristas desenvolvendo dispositivos médicos que salvam vidas, um enfoque que é a própria essência do nosso programa BioDesign:Inovação Médica,” comenta o Prof. Yaakov Nahmias, Diretor do Centro Grass. “ThoraXS é uma inovação salvadora de vidas que exemplifica nosso compromisso de ajudar as comunidades local e global através da pesquisa prática e desenvolvimento de projetos.”

Nahmias acrescentou que o potencial de mercado do ThoraXS foi estimado em 300 milhões de dólares anuais e que investimento contínuo esta sendo buscado ativamente.

As inovações produzidas pelos participantes do programa BioDesign são comercializados pela Yissum, a empresa de transferência de tecnologia da Universidade Hebraica de Jerusalém, e pela Hadasit, a empresa de transferência de tecnologia do Hadassah Medical Center.

A BioDesign: Inovação Médica é uma abordagem multi-disciplinar, baseada em equipe para a inovação médica, criada pelo Hadassah e pela Universidade Hebraica. Patrocinado pela Boston Scientific e pela Terumo Medical Corporation, o programa reúne médicos excepcionais e estudantes de bioengenharia e negócios, e os orienta na teoria e prática de trazer uma inovação médica para o mercado. O programa é dirigido pelo Prof. Chaim Lotan, Diretor do Instituto do Coração do Hadassah, e pelo Prof, Yaakov Nahmias, Diretor do Alexander Grass Center for Bioengineering da Universidade Hebraica.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone