O Hadassah Medical Organization abriu a primeira clínica israelense de Doenças da Válvula Cardíaca, com o propósito de detectar e tratar os mais complicados casos de doença da válvula cardíaca – um problema crescente em uma população mais velha.

Até recentemente, o tratamento padrão para doença da válvula cardíaca era a cirurgia de coração aberto para substituir a válvula ou válvulas danificadas. Atualmente, estes procedimentos invasivos são frequentemente substituídos por cateterismo cardíaco. Em todo caso, entretanto, o tratamento eficiente de problemas nas válvulas  e a minimização de fatores de risco potencialmente mortais como ataque cardíaco permanecem um problema sério para especialistas cardiovasculares.

Como explica o Prof. Ronen Beeri, chefe do Cardiovascular Research Center do Hadassah: “Uma ‘equipe cardio’ é necessária para tratar um paciente sofrendo de doença da válvula cardíaca. O tempo decorrido entre a chegada ao Heart Institute até receber o tratamento do especialista relevante pode chegar a meses algumas vezes. Geralmente, pacientes com condições complexas não podem aguardar tanto tempo. A solução de equipe multidisciplinar de cardio na nossa nova clínica vai ajudar a encurtar o processo de modo que o paciente receberá todos os ecocardiogramas e outros exames necessários para o diagnóstico e início do tratamento em algumas semanas.”

Com todos os profissionais envolvidos no tratamento do paciente trabalhando em sincronia, este projeto piloto diminui o tempo em que o paciente permanece em um limbo de diagnóstico. Mais que isto, o enfoque centralizado da equipe dentro da clínica permite uma visão mais acurada com melhor coleta de dados e permite aos especialistas fazer a melhor escolha quanto ao tratamento personalizado – seja ele cirurgia, procedimentos de cateterismo ou acompanhamento médico.

A clínica vê, atualmente, três pacientes por semana. O Prof. Beeri relata que passou a receber dados de médicos de primeiro atendimento e espera que o número aumente para cerca de 5-10 pacientes por semana no próximo ano. “Mais que 70% dos pacientes que foram encaminhados à clínica até aqui,” ele diz, “passaram por operações ou procedimentos de cateterismo em suas válvulas e todos, menos um, no Hadassah.”

Acrescenta o Prof. Beeri: “Os talentos combinados de nossa equipe multidisciplinar e a capacidade de atender em uma base semanal para auxiliar os pacientes com problemas cardiovasculares garante que o Heart Institute continuará a fornecer o mais alto nível de tratamento para seus pacientes.”

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone