O National Center for Trasplantation, junto com equips médicas do Hadassah Hospital, transportaram por avião um fígado doado de um paciente falecido na Nicósia para Jerusalém. O fígado foi transplantado em uma paciente israelense. A operação é parte de um acordo de cooperação para doação de órgãos entre os ministérios da saúde de Israel e Chipre.

A dramática maratona teve lugar durante a noite de domingo, 1 de Outubro, 2017, quando o National Center for Transplantation fretou um jato privado de Chipre.

Uma equipe médica do Hadassah Hospital, incluindo o Dr. Gadi Marom, um cirurgião, Tamer Hadidi, uma sala de cirurgia, e Kiril Grozovsky, coordenador de transplante, foram para o hospital em Chipre no avião, pegaram o fígado do doador, e voaram de volta para o Hadassah Ein Kerem Hospital.

Enquanto aguardavam a chegada do órgão, cirurgiões do Hadassah Hospital iniciaram a primeira parte do transplante – removendo o fígado comprometido do receptor.

Quando o fígado doado chegou, o processo de transplante começou. “A operação demorou cerca de sete horas,” disse o Dr. Abed Khalaileh, cirurgião sênior do Hadassah Transplant Center. “O paciente esta se recuperadno bem da operação na unidade de terapia intensiva do Hadassah.”

“O acordo entre Israel e Chipre é um bom exemplo de amizade entre dois países vizinhos,” disse o Prof. Rafi Beyar, presidente do comitê diretor do National Transplant Center e diretor do Rambam Hospital. “O acordo contempla a doação mútua de órgãos entre Chipre e Israel quando órgãos compatíveis não são encontrados localmente e uma compatibilidade é encontrada em outro país. Isto salva vidas.”

Leia sobre isto em Hebrew www.ynet.co.il

https://youtu.be/5V7rw5u0qJs

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone