O Dr. Jacob (Koby) Assaf, chefe da Medicina de Emergência no Hadassah Hospital Ein Kerem, estava em um Bar Mitzvah familiar em um hotel de Jerusalém quando subitamente um homem de 60 anos teve um colapso perto dele.

“Eu consegui identificar imediatamente que era um problema relacionado ao coração e que ele estava a ponto de perder a consciência,” lembra o Dr. Assaf. “Eu comecei a tratá-lo e chamei o Magen David Adom (MADA) para enviar uma ambulância para transferí-lo para minha sala de emergência.”

Complicando as coisas, entretanto, o convidado, depois de receber tratamento preliminar no Pronto Atendimento, decidiu que não queria ser internado. “Surpreendentemente,” relata o Dr. Assaf, “o convidado decidiu retornar à festa, porque aparentemente se sentia bem.”

Continua o Dr. Assaf: “Infelizmente, isto não durou muito, porque ele teve um novo colapso. Desta vez, entretanto, sua situação era mais complexa. Como resultado, foi necessária uma unidade de tratamento intensivo móvel (MICU) para trazê-lo novamente ao Hadassah Ein Kerem. Eu acompanhei pessoalmente o convidado na ambulância. Depois dos testes iniciais no PA, ele foi admitido no departamento de cardiologia onde foi tratado pela equipe dedicada e profissional. Depois de alguns dias, recebeu alta.”

Relembrando seu raro passeio de ambulância, o Dr. Assaf observa: “Eu geralmente não me vejo nos fundos de uma ambulância. Meus pacientes chegam ao PA depois de receber os primeiros socorros dos paramédicos do MADA. Eu fiquei feliz de testemunhar em primeira mão o incrível cuidado profissional e pessoal prestado pela equipe médica do MADA. Eu não tenho dúvidas de que os cuidados deles ajudaram a estabilizar o paciente muito antes de sua chegada ao PA do Hadassah.”

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone