Centenas de pessoas andando pelo átrio da Sarah Weisman Davidson Hospital Tower no Hadassah Hospital Ein Kerem podem realizar uma avaliação gratuita da qualidade de sua respiração.

Os exames, conduzidos pela equipe de pulmão do Hadassah, objetivam detectar dificuldades de respiração conhecidas coletivamente como Doença Obstrutiva Pulmonar Crônica (COPD), onde o fluxo de ar inspirado e expirado de uma pessoa sofre disrupção. O “teste” envolve soprar em um tubo, conectado a um monitor. O resultado é imediato sobre a questão de quão bem uma pessoa está respirando.

O Dr. Zvi Fridlender, do Hadassah Center for COPD and Smoking Damage, também fez uma apresentação sobre as implicações de um “mau resultado”. Observou que muitos médicos deixam passar o diagnóstico antes do prejuízo tornar-se irreversível. Aproximadamente 5% da população global sofre de COPD, tendo o fumo com causa primária. Membros da audiência falaram sobre os problemas que enfrentam, como tosse crônica, respiração curta e dificuldade de subir escadas.

Muitas pessoas foram encaminhadas ao programa do Hadassah para supercar o vício do tabagismo. “A decisão de largar o vício é crítica,” disse o Dr. Fridlender à sua audiência. “Mas em nossa clínica, nós podemos fornecer medicamentos que vão ajudar.”

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone