No verão de 2014, Leah-Sarah Binyimini, 35, foi trabalhar como sempre na loja de roupas que tinha com seu marido. Subitamente, experimentou a mais terrível dor de cabeça de sua vida – tão forte que desmaiou e foi levada ao Hadassah Hospital Ein Kerem.

Uma CAT Scan revelou que sofrera uma hemorragia cerebral causada por dois aneurismas. O chefe da Neurocirurgia Endovascular, Prof. José Cohen, realizou a cirurgia e ela teve uma notável recuperação. Mas poucos dias após retornar para casa, Leah-Sarah perdeu a consciência. Um terceiro aneurisma foi descoberto.

Um único aneurisma constitui risco de vida grave, mas, felizmente, o Prof. Cohen foi capaz de lidar com este novo episódio. “O Prof. Cohen, que insiste que eu o chame somente de José, me transmitiu confiança,” relata Lea-Sarah. “Eu senti como se D’us lá de cima estivesse guiando suas mãos.”

Mãe de três crianças, Leah-Sarah confidenciou ao Prof. Cohen que ela sempre teve esperança de ter mais um filho e supôs que teria que abrir mão disto. “Para minha surpresa, o Prof. Cohen me disse para ir adiante e engravidar,” ela lembra. “Eu fiquei em contato com ele durante toda a gravidez.”

O tempo passou e a bebê Shira acaba de completar um ano. Leah-Sarah celebrou retornando ao Hadassah para expressar sua gratidão. “Ele salvou minha vida e me deu uma vida nova com Shira,” comentou Leah-Sarah. “Nós devemos muito ao Hadassah. Como poderíamos comemorar um aniversário sem vir agradecer? Nós planejamos retornar todos os anos em Chanuká para atualizá-lo sobre Shira, o nosso pequeno milagre. Ela trouxe muita luz para nossas vidas.”

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone