O St. John of Jerusalem Eye Hospital em colaboração com o Hadassah Medical Center recebeu uma doação de 500.000 euros da União Européia para estabelecer uma unidade de pesquisa genética para atender às comunidades palestinas.

O St. John, estabelecido em 1885, criou uma reputação de excelência em cuidado oftalmológico na região. A população atendida, principalmente palestina, enfrenta muitos desafios de saúde, não sendo doenças sérias dos olhos o menor deles, muitos dos quais resultado da alta incidência de casamentos consanguíneos.

As principais missões do Paz À Vista são:

  • Treinar um oftalmologista palestino do St. John no Hadassah em genética molecular e gerenciamento clínico
  • Estudar em profundidade 100-200 palestinos com doenças hereditárias nos olhos para identificar as mais comuns
  • Estabelecer um laboratório de doenças genéticas totalmente funcional no St. John
  • Coletar amostras de palestinos voluntários e identificar os mais comuns padrões genéticos de doenças oculares hereditárias na população palestina
  • Prover orientação para prevenção da transmissão de doenças
  • Explorar novas modalidades de tratamento incluindo terapias genéticas e baseadas em células-tronco
  • Aumentar a sensibilização dos beneficiários-alvo de forma individualizada e
  • Facilitar o acesso ou permissões de viagem junto à Administração Civil Israelense.

O fundo de 500.000 euros para o projeto de três anos do Paz à Vista constitui aproximadamente 80% do custo total do projeto. O Hadassah Austrália está buscando angariar 50.000 dólares para ajudar com o restante. Com este objetivo, o Hadassah Austrália recentemente realizou um brunch na RANZCO (Royal Australian and New Zealand College of Ophtalmologists) Conference para despertar a atenção e levantar fundos para o Paz à Vista, que aportou 10.000 dólares para o projeto. Cartas foram enviadas para oftalmologistas que não estiveram presentes para levantar fundos adicionais.

Ron Finkel, Presidente do Hadassah Austrália, relata: “Nós vamos continuar com esta campanha durante o primeiro trimestre de 2017, culminando com a visita à Sidney no final de Março do Prof. Koby Pe’er chefe do Departamento de Oftalmogia do Hadassah.”

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone