Representantes do Linda Joy Pollin Cardiovascular Wellness Center for Women do Hadassah estavam ansiosos por receber um convite para visitar duas escolas de Jerusalém em bairros árabes onde os programas de Saúde e Nutrição do Hadassah estão em andamento. Como pode ser visto no vídeo, os estudantes foram orientados a usar a oportunidade para demonstrar o que tinham aprendido.

O Pollin Center está trabalhando em 18 diferentes escolas, judaicas e árabes, em Jerusalém.

Escola Al Salam (Paz)

Na escola Al Salam (Paz) no bairro de Um Tuba, em Jerusalém, um grupo de bateristas em uniforme de escoteiros aguardou fora da escola para dar as boas-vindas aos representantes do Linda Joy Pollin Cardiovascular Wellness Center for Women. O playground estava lotado de meninos e meninas, de 12 a 21 anos, onde escorregadores e jogos de escadas foram modificados para enfatizar escolhas de alimentação saudáveis. Em um canto, cientistas de 15 anos estavam mostrando os benefícios da pasta de dentes esfregando cascas de ovo e mergulhando-as em vinagre. Outros estavam cantando odes à alimentação saudável. Nas salas de aula, estudantes estavam comendo um lanche rico em frutas e vegetais e no telhado uma “cafeteria” oferecia sucos de fruta e pipoca. Alí perto, estava o “jardim da vitória” da escola com ervas como manjericão e zaatar.

Desde que o programa de nutrição do Hadassah foi trazido a esta escola de educação especial, os professores reportaram que houve uma evolução nos hábitos alimentares. E eles também se beneficiaram. Subhi Wishdin, 58, uma avó que trabalha com auxiliar de professora, perdeu 15 quilos este ano. “Eu escutei tanto sobre alimentação saudável e exercícios que eu finalmente adotei a prática,” ela disse. Antes, ela não utilizava as escadas da escola. Seu médico a havia diagnosticado com alta pressão sanguínea. “Agora eu me sinto maravilhosamente bem,” diz a Sra. Wishdin. “Minha filha me mandou uma foto antes e depois e eu não reconheço o antes. Eu já comecei a passar o que aprendi para meus filhos e netos.”

Hana Arja, uma terapeuta ocupacional que trabalha na escola, disse que ter as crianças trabalhando na cafeteria saudável as ajuda a materializar as mensagens que escutam – para cortar a junk food, beber mais água e aumentar a atividade física.

Porque a Al Salam é uma boa escola, as crianças vem de várias partes do entorno de Jerusalém. A ida para a escola leva mais de uma hora, então as crianças tem que acordar cedo. “Nós começamos cada manhã com atividade física o que é uma ótima maneira de acalmar as crianças após a longa viagem até a escola,” nota a Assistente de Direção Sharifa Ruman. “Em seguida oferecemos um desjejum saudável e eles iniciam as aulas.”

De acordo com a nutricionista do Pollin Center, Mona Aweda, que ministrou várias palestras sobre alimentação saudável na escola, muitas das meninas vem de famílias onde as mães ouviram as lições e vieram vê-la para conversar sobre alimentação saudável e perda de peso.

A Issawiya Girls Elementary School

Representantes do Pollin Center visitaram também as 850 estudantes da Issawiya Girls Elementary School, do outro lado de Jerusalém, perto do Hadassah Hospital Mount Scopus. Sua visita começou com duas apresentações. As meninas estavam vestidas como dentes e um concurso de beleza foi realizado entre aquelas que escovavam os dentes todos os dias e não consumiam doces e outras que eram menos cuidadosas com a higiene bucal. A segunda apresentação mostrou o julgamento de um fumante (com uma menina vestida como homem). “Ele” foi acusado de ferir seu próprio coração, fígado e pulmões bem como os de sua família ao recusar-se a parar de fumar. Em uma classe de sexta série, as meninas mediam e pesavam umas às outras para calcular seu índice de massa corporal (IMC).

O programa de alimentação saudável do Pollin Center está em ação nesta escola há dois anos. O currículo foi criado pela então estudante de doutorado Dra. Maha Nubani-Husseini, atualmente Diretora no Pollin Center dos Programas de Saúde para os Setores Árabes de Jerusalém. No andar superior, nas salas de aula, uma gama variada de música, arte, drama e demonstrações de como fazer uma salada enchiam a escola. “Nós tivemos sucesso em criar uma cultura de boa saúde,” disse o Diretor da escola, Afaf Kadumi.

Também esteva presente o diretor da escola de meninos, que fica bem ao lado. Ele comentou que a escola de meninas divulgou o trabalho para a escola de meninos e também para um jardim de infância próximo, colocando toda a vizinhança na mesma sintonia de alimentação saudável.

“É espetacular ver como, estudantes e professores, interiorizaram as mensagens,” disse a Diretora do Pollin Center e Cardiologista, Dra. Donna Zfat-Zwas. “Vocês já estão difundindo a mensagem por conta própria. Não poderíamos estar mais orgulhosos.”

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone